terça-feira, 2 de novembro de 2010

Crepúsculo (Stephenie Meyer)

O filme já estava famoso quando tive contato pela primeira vez. Na verdade, aluguei-o numa locadora, logo que saiu dos cinemas. Pensei ser mais um daqueles filminhos de sessão da tarde, sabe?! Mas me surpreendi. A história à prima vista é simples e trata do romance de uma adolescente com um vampiro... mais um amor impossível para as nossas listas. O fato é que o vampiro não é comum às histórias de terror e aos descendentes de Drácula...  estes seres ganham poderes e habilidades novas, tais como brilhar à luz do sol, velocidade, leitura de mentes, previsão de futuro, etc... além de não dormirem em caixões como rege a lenda.

Enfim, a história possui em sua trilha uma série de angústias e incertezas típicas da fase adolescente e transcende quando a paixão envolve os personagens principais. Bella Swan é forçada a ir viver com seu pai na cidade de Forks e conhece Edward Cullen no colégio. A princípio fica intrigada com o misterioso rapaz que parece ter “nojo” de sua presença. Ele é um vampiro e o sangue dela o atrai como se fosse uma droga poderosa. O desejo de provar o seu sangue é um ímpeto que deve ser refreado. Bella desperta em Edward uma série de sentimentos até então jamais vividos no seu centenário de vida. O grande dilema é matá-la ou amá-la? Em meio a isso, ambos são colocados à prova quando um vampiro rastreador resolve perseguir Bella. 

Stephenie Meyer inovou e a fórmula deu certo. Todas as meninas (e mulheres! Rs...) gostariam de ser Bella Swan. A personagem é extremamente interessante por ser simples. Não é mais uma bonitona ou o patinho feio que vira um belo cisne em fórmulas convencionais de livros infanto-juvenis. Ela poderia ser qualquer uma. O que me prendeu ao filme e me levou a comprar a obra era a tensão entre os personagens. E de fato a leitura não deixou a desejar.  Amei! Quem não gostaria de ter um Edward em sua vida?! 


5 comentários:

Joe Silva disse...

Hehe... já vi o filme umas trocentas vezes... metade dessas vezes no telecine pipoca (asahuashaushu)e nunca li o livro, todos falam que o livro é bem melhor, mas não tive curiosidade ainda.... hehe... e mesmo que lesse não conseguiria criar uma imagem para Bella, porque a Kristen ficou ótima no papel.... hehe... ótimo post Fla...

HUGS =D!!!
bookjoe.blogspot.com

.Niii. disse...

Li os livros bem antes de virar essa febre louca(Não gosto quando as coisas viram moda assim) e gostei. São bons livros e tals, mas nenhuma obra-prima(fãs, desculpe). Agora flavinha os filmes não desceram. hauhaa Assisti os dois primeiros e desistir!
rs...
Adorei o Post
bjs

dan disse...

Fui pela capa! cada livro que lançava eu admirava cada capa primorosa, li e naum me arrependi. =) Uma coisa tb que eu curto nesse livro, eh ela ser humana, desajeitada. Deixem o título de mulher perfeita para a Rosalie e seja real!

Euflauzino disse...

Este é um livro que vivia dormindo em minha biblioteca, comprei pra minha mulher. Um dia ela leu e viciou, meu filho leu e gostou, tive q ler. E não é q o livro é mesmo muito bom. O preconceito é a única coisa q nos deixa cego. Parabéns pela resenha.

Re disse...

Eu acabei de ler o primeiro livro e ontem já comprei o segundo e o terceiro. Ele tb. estava na minha prateleira há algum tempo... eu tinha comprado o original em inglês com a desculpa de aumentar meu vocabulário e acabei me apaixonando pela série... Estou super curiosa pra ler sobre o triangulo amoroso...

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...