terça-feira, 9 de novembro de 2010

Brasileiro não lê brasileiro

Imagem: Sanja Gjenero
Recentemente li uma crônica de Cristovão Tezza publicada na Gazeta do Povo que falava sobre a circulação de literatura brasileira no Brasil. E sem rodeios repasso a informação à vocês: Brasileiro não lê brasileiro. Caramba! Fiquei envergonhada, pois faço parte desta estatística. Na verdade nunca parei para pensar sobre isso. É meio que “natural” escolher best-sellers estrangeiros.

Claro que não leio apenas estrangeiros... amei “Dom Casmurro” de Machado de Assis, “Meu Pé de Laranja Lima” de José Mauro de Vasconcellos, “Feliz Ano Velho” de Marcelo Rubens Paiva, “Abusado” de Caco Barcellos, dentre outros... mas eles são minoria perto da quantidade de livros de autores estrangeiros que li.

Repetindo a expressão do próprio Tezza, não estou aqui para fazer um discurso hipócrita patriótico, mas sim para disseminar esta informação àqueles que, como eu, a ignoravam. Segundo dados pesquisados por ele, a literatura brasileira ocupa 3% da circulação nacional. Certamente temos grandes autores brasileiros best-sellers, como Jorge Amado, Paulo Coelho e Augusto Cury... mas ao sermos comparados com os EUA ou a Inglaterra, temos números completamente invertidos. Nestes países 97% da circulação pertencem a obras de autores da literatura inglesa. Ou seja, estes são mais valorizados em seus países de origem.

Refletindo sobre tudo isso, tomei uma decisão. A cada livro de escritor estrangeiro que eu ler, um brasileiro será o próximo da lista. Vale até ler mais de um brasileiro... só não vale ler dois estrangeiros seguidos. Quem quiser juntar-se a mim, será uma honra!

Para ler o texto de Tezza na íntegra, acessem:



13 comentários:

aline naomi disse...

Talvez seja uma questão de gosto também. Existem autores nacionais bons, é claro, mas muuuuitos deixam a desejar e sei que vou ficar frustrada se ler determinados tipos de livros (como os do Paulo Coelho e Augusto Cury, por exemplo).
Mas tentarei descobrir mais autores nacionais bons, porque, por enquanto, fico meio restrita a Clarice Lispector, Lygia Fagundes Telles, Caio Fernando Abreu, Márcio Sousa - que são os que eu sei que vou gostar...
Beeijo!

Joe Silva disse...

Bem.. confesso que não era fã dos nacionais... e ainda não sou de muitos, tipo: Machado de Assis, José de Alencar, Raquel de Queiróz (e a velharia do passado nacional)... mas atualmente tenho me surpreendido bastante com os autores modernos... eles trazem uma nova forma de literatura que atrai bem mais os leitores... talvez um dia eu mude essa minha visão dos 'clássicos nacionais', mas por enquanto vou me ater mesmo somente nos atuais =D...

**PS: E antes que alguem venha criticar, não quero ofender ninguém com o termo 'Velharia Nacional', somente é minha forma de visão e também minha opinião sobre os mesmos... posso?

@lgr2k9 disse...

Pior que é verdade! Não damos atenção ao nacional...
Lembra um post do meu blog...

http://monologosescritos.blogspot.com/2010/08/anti-patriotismo-e-buchas-de.html

.Niii. disse...

Já tinha pensado nisso e é triste pois temos muitoooos autores nacionais bom, fora os grandes clássicos(amo clássicos).
Ótimo pos flavinha!
bjs

Mariana disse...

É realmente muito triste...
Eu sempre fui muito eclética com minhas leituras, pego o livro para ler sem medo!
Já li bastante coisa de autores nacionais, mas confesso que a maioria da minha estante de livros são de livros internacionais. Depois da criação do blog (Psychobooks) eu passei a ter um carinho especial com os autores nacionais, pois acompanhei o árduo caminho para se publicar um livro no Brasil.

Vamos ler mais autores nacionais! Vamos despir-nos do preconceito que ronda esse tema e mergulhar sem medo num bom livro ;)

Bjs
Mari
Psychobooks

Letícia disse...

Eu particularmente não leio brasileiros! Claro que já li, e li alguns bons também.. mas prefiro a literatura estrangeira, principalmente porque o genero de livros que eu gosto aqui no Brasil não é tãão valorizado, e os estrangeiros são ótimos nos detalhes e tal.
Ou seja, é questão de gostos mesmo.

Guilherme bressan disse...

Concordo com o Joe. Os autores do passado não são mtos meus prediletos. Mas atualmente eu estou lendo alguns livros nacionais e estou adorando. Mudou bastante! ^^



Flávia estou visitando seu blog e adorei. parabéns ^^


http://blogbibliomania.blogspot.com/

Talita Oliveira disse...

Concordo com o Gui .
Os autores mais antigos eu nem gosto muito, mas os novos são ótimos.
To adorando os que estou conhecendo ..

Beijos ..


http://mundoportrasdaminhaparede.blogspot.com/

Talita Oliveira disse...

Olá querida,obrigada pela visita.
Vim lhe agradecer por querer ser parceira do meu blog , fico muito feliz .
Já coloquei seu blog nos parceiros .

:)

Beijoos .

http://mundoportrasdaminhaparede.blogspot.com/

Mônica disse...

A grande maioria (e muito mais do que isso) dos meus livros e de minhas leituras, são de livros nacionais, ou da língua portuguesa. Teve uma época que eu fiquei tão acostumada que não conseguia ler livros traduzidos, passei muito tempo sem ler mesmo. Ainda hoje eu me restrinjo muito com a leitura de estrangeiros. Nós temos muitos escritores capazes e devemos valorizá-los e é muito bom ler um livro em sua própria língua, reflete exatamente a emoção do autor.Os clássicos então,adoro! Mas sabe ainda não li Feliz ano velho, mas vou pegar a dica vou ler.
Valeu pelo convite, seu blog é ótimo e já sou sua seguidora, bjs, Mônica
http://lereomelhorlazer.blogspot.com/

Vanessa Reichert disse...

Pior é q é verdade, faz muito tempo que não leio um nacional, acho que tbm pq não conheço bons autores contemporâneos, adoro José de Alencar, mas detesto Machado de Assis, rs Alguém já tentou ler Caetano Veloso? péssimo, caiu no meu vestiba.. gosto de Jorge Amado, me encantei com A Casa do Rio Vermelho de Zélia Gattai, Lina de Alexandria, e achei ótimo o livro A cama na varanda de regina Navarro Lins, pra quem gosta do tema.. Tbm não gosto de Paulo Coelho e Augusto Cury nunca tentei ler, nunca me interessou, mas vou procurar novos escritores nacionais...

Thamy disse...

Também confesso que não sou fã de brasileiros. Nas minhas idas ao paraíso (livraria) sempre procuro os best-sellers americanos e alguns não tão conhecidos ainda, mas sempre do exterior.
Não sei porque essa minha aversão a brasileiros, mas acho (ACHO) que se deve ao fato de uma vez ter lido um livro de Paulo Coelho e odiado. Me senti como se estivesse num psicólogo x_x"
Enfim, o único livro que eu amo amo amo e é daqui é Feliz Ano Velho. PER-FEI-TO.

Sergio Martins disse...

Olá menina! Há restrições. Por exemplo, eu leio teu blog e você o meu; isso já é um avanço pela propagação da cultura nacional. Na verdade, eu priorizo a literatura brasileira, mas o meu caso, infelizmente, não é uma regra geral. Obrigado pelo comentário e saiba, estarei postando um texto por dia, e é claro, a crônica sobre sinos continua. Se puder me seguir... rsrsrs Abç!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...